Loading...

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Rock do dia 26/08/2011 Megadeath - 03."Hangar 18" Live Ullevi




                                             Biografia



Megadeth... mais uma grande banda aqui no blog. O conjunto de Thrash Metal, originário dos Estados Unidos, é sem dúvida uma das bandas mais polêmicas da história do Metal, sendo que até mesmo sua criação é conturbada.






Tudo começou no ano de 1983, quando Dave Mustaine (guitarra e vocal) foi expulso do Metallica, por seus problemas com álcool, drogas e de relacionamento com os demais membros da banda. Pelo menos essa é a versão oficial sobre a saída de Mustaine. Há também aqueles que dizem que o guitarrista foi expulso do Metallica, pois James Hetfield queria atrair apenas para si as atenções da banda e não dividi-la com Mustaine, tanto que Mustaine foi expulso pouco tempo antes do lançamento do primeiro disco do conjunto: Kill 'Em All.






Outro fato interessante sobre a saída de Mustaine é que ele não foi "oficialmente" demitido. Na verdade os membros do Metallica o colocaram bêbado dentro de um ônibus e quando Dave acordou estava do outro lado do país.


Com sua "demissão", Dave Mustaine jurou se vingar montando uma banda melhor e mais pesada que o Metallica. Assim, foi criado o Megadeth, cuja primeira formação contava, além de Dave, com o baixista David Ellefson, o guitarrista Chris Polland e o baterista Gar Samuelson. Com esta formação lançaram em 1985 o excelente Killing Is My Business And Business Is Good.






Aqui surge mais uma curiosidade legal, pois a música Mechanix, presente no disco e na demo Last Rites (1983), na verdade era praticamente a The Four Horsemen, lançada no primeiro disco do Metallica. A música é de autoria de Dave, e quando o Metallica resolveu colocar e alterar a música, Dave ficou furioso e a acabou incluíndo com um novo arranjo no disco de estréia do Megadeth.






Após lançarem Peace Sells But Who's Buying em 1986, Chris Polland e Gar Samuelson foram despedidos da banda por Mustaine, sendo substituídos pelo guitarrista Jeff Young e pelo baterista Chuck Behler.


So Far So Good So What, lançado em 1988, foi seu álbum de maior sucesso até então, principalmente em virtude da excelente versão Thrash Metal do hino Punk Anarchy In The Uk dos Sex Pistols (transformada em Anarchy In The USA e com algumas mudanças na letra).






A carreira do Megadeth ia cada vez melhor, exceto pelo fato de Mustaine não ter aprendido a lição dos tempos de Metallica e ainda estar envolvido com álcool e drogas, algo que dificultava o relacionamento com os demais integrantes.


Em mais uma de tantas crises na banda Mustaine despediu também Jeff Young e Chuck Behler.






Logo após esse acontecimento, algo ainda pior aconteceu com a banda: Mustaine foi preso por dirigir sobre o efeito de drogas e como já era reincidente, foi obrigado a se internar numa clínica de reabilitação.






Após alguns meses declarava-se um novo homem, sóbrio e mais responsável. Reformou a banda, chamando o guitarrista Marty Friedman e o baterista Nick Menza. A nova formação foi a melhor que já passou pelo Megadeth. Marty Friedman veio a formar com Mustaine uma das mais precisas e respeitadas duplas de guitarristas do Thrash.


Respirando novos ares, e pela primeira vez completamente sóbrio, o Megadeth entrou no Rumbo Studios em março de 1990, para trabalhar em um novo álbum, intitulado Rust In Peace.






Como resultado conseguiram músicas velozes, pesadas, técnicas e cativantes que revolucionaram de vez a carreira da banda e foram marcos na história do Metal. Não é por acaso que este se tornou o álbum mais vendido do Megadeth.


A tour do disco passou pelo Brasil em 1991, quando a banda se apresentou no Rock In Rio II.






Em 1992, com Countdown To Extinction, a tendência de elaborar o som e as letras se confirmou, inclusive com a banda sendo acusada de se vender e fazer música comercial, como é de praxe. Críticas radicais à parte, Countdown to Extinction foi um excelente álbum, mostrando uma banda profissional e ótimas composições. Destaque para as letras de Mustaine, várias abordando os problemas com drogas pelos quais havia passado.






Já o maior destaque de Youthanasia, lançado em 1994, não são as músicas em si, embora seja necessário ressaltar que ele manteve o bom nível do álbum anterior, embora não tenha conseguido a mesma repercussão. O maior destaque foi o fim da eterna rixa entre Megadeth e Metallica, ou melhor, entre Mustaine e Hetfield, foi durante a turnê de divulgação do disco que as duas bandas tocaram juntas, algo improvável anos antes.






Causando arrepios naqueles que consideram o Megadeth uma banda "vendida", a banda lançou o disco Cryptic Writings em 1997, um álbum espécie de volta às origens, mostrando músicas marcantes na carreira do conjunto.






Nesse mesmo ano Nick Menza saiu da banda. Nick foi diagnosticado com um tumor no joelho. Exames constataram-no como benigno, e o tumor foi removido. Ao invés de cancelar os shows, Dave Mustaine chamou o baterista Jimmy Degrasso (ex-Alice Cooper e Suicidal Tendencies).






Nesta época, o Megadeth, ainda com Menza nas baquetas, se apresentou no Brasil ao lado de Queensrÿche e Whitesnake,


Um ano depois, a banda já com Degrasso integrado, se apresentou novamente no Brasil, desta vez no Philips Monsters Of Rock.






O mesmo que ocorreu com outras bandas no fim dos anos 90, principalmente com o Metallica, acabou acontecendo com o Megadeth. A inovação e a inclusão de novos elementos nas músicas, principalmente amparados pelas tecnologias eletrônicas, fizeram com que o Megadeth perdesse o seu caminho no pior disco de sua carreira: Risk, que saiu em 1999.






O que já estava ruim, ficou ainda pior: em janeiro de 2000 Friedman alegou interesse em seguir outro estilo de música diferente do praticado pela banda e deixou o conjunto.


Para completar a tour foi chamado Al Pitrelli, guitarrista do Savatage, que acabou permanecendo na banda.






Em 2001, lançaram The World Needs A Hero, se não um dos melhores discos de sua carreira, pelo menos uma volta digna ao estilo Metal, causando alívio nos fãs.


No ano seguinte, enfim saiu o esperado primeiro disco ao vivo do conjunto: Rude Awakening. Álbum realmente foda, e que mostrou toda a energia, o peso e a qualidade técnica e sonora da banda. Neste ponto é possível admitir que o Megadeth pode até não ter superado o Metallica, como era o desejo inicial de Mustaine, mas se tornou uma banda tão grande quanto sua "concorrente".






Enquanto aproveitava a boa recepção de Rude Awkening, Dave Mustaine surpreende a todos e anuncia o fum do Megadeth. Em comunicado oficial explicou que uma grave lesão no braço prejudicaria a sua performance na guitarra e que aproveitaria a oportunidade para dar mais atenção à sua família, deixada de lado durante os anos de turnês e gravações. Boatos dariam conta de que o ferimento de Mustaine teria sido sofrido em uma clínica de rehabilitação, após uma recaída no uso de drogas.


Dave Mustaine conseguiu se recuperar do seu problema no tendão e anunciou o reinício da banda em 2004.






A nova formação do conjunto contava com Chris Poland (guitarra), Vinnie Colaiuta (bateria) e Jimmy Lee Sloas (baixo).


Na metade do ano de 2004, lançam The System Has Failed, considerado por muitos o melhor disco do Megadeth ao lado de Rust In Peace.






Dave anuncia então uma turnê pelo mundo. Com isto novamente a formação da banda é modificada, com a entrada dos irmãos Glen Drover (guitarra) e Shawn Drover (bateria) e do baixista James MacDonough. Em 2006, James é demitido, e para o seu lugar é contratado James LoMenzo, frustando a todos os fãs, que esperavam o retorno do baixista David Ellefson.






Com esta formação, o Megadeth lançou dois excelentes álbuns em 2007: o ao vivo That One Night: Live In Buenos Aires e o fantástico United Abominations.






Em 2008, Glen Drover é demitido e para a guitarra, Mustaine contrata Chris Broderick (ex-Nevermore).






Com ele, vem o fantástico Endgame em 2009, um disco que dá uma verdadeira aula metálica, com riffs e solos enlouquecedores.


No início de 2010, David Ellefson retorna ao conjuto. Dave Mustaine anuncia ainda uma nova turnê a se iniciar nos Estados Unidos e que passará também pela América do Sul, comemorando os vinte anos do lançamento de Rust In Peace.






0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More